sábado, 28 de fevereiro de 2015

Clássico da Literatura Brasileira - Projeto Leitura Mágica 2015


Clássico da Literatura Brasileira - A Moreninha - Joaquim Manoel de Macedo





Um clássico de início assusta, aquelas palavras arcaicas, mas depois é de se apaixonar. Assim foi com A Moreninha.
Este romance foi escrito por Joaquim Manoel de Macedo, foi o autor mais lido de sua época, em meados do século XIX.
É um enredo que prende o leitor, tem um pouco de suspense, comédia e muito romantismo.
Gostei muito da lenda da gruta, do lugar onde se passa a trama e da pureza da época.
A história se inicia com o convite de Felipe aos amigos, Leopoldo, Augusto e Fabrício, para passar o fim de semana na casa de sua avó.
Sabe como são os jovens, Felipe fez uma aposta com Augusto, o namorador.
Se Augusto, no tempo que passar na ilha, não se apaixonar verdadeiramente, Felipe escreveria um romance, mas se acontecesse o contrário, quem deveria escrevê-lo seria o próprio Augusto.
Na ilha estariam também algumas moçoilas, como D.Carolina, Joana e Joaquina e mais duas amigas.
Ao chegar na ilha tudo acontece. Fabricio conta a todas, o jeitão, vamos dizer na moda atual, “galinha”, do amigo Augusto. Este logo é desprezado pelas moças. Quer dizer, não por todas, D.Carolina o aprecia secretamente.
Augusto revela a D.Ana sua inconstância no amor, aliás uma linda história, do qual faz o rapaz agir daquela forma.
Acreditem, o Sr. Augusto se apaixona na ilha. Passa maus momentos longe do seu novo amor.
Tenho certeza que já sabem, quem é a moça que faz este jovem sofrer por amor!
Sim! D. Carolina.
Quando declarado o amor dos dois, um grande mistério é desfeito. E você saberá quando ler o livro a importância do botão de esmeralda e o camafeu.
Ah! Já ia me esquecendo, lembra da aposta? Pois bem Sr. Augusto perdeu e escreveu o romance intitulado A Moreninha.

Uma delícia de clássico!

Fantasia - Projeto Leitura Mágica 2015

Fantasia - Coração de Tinta - Cornelia Funke




 O primeiro livro da trilogia “Mundo de Tinta”, “Coração de Tinta”, tem como personagens principais Mo e Meggie, que são pai e filha. Mo tem um dom muito raro: o de dar vida aos personagens dos livros! Por isso, ele é chamado de Língua Encantada.
Após uma leitura, sua esposa é enviada para dentro de um desses mundos fantásticos e alguns personagens saem do livro. E é por isso que ele se recusa a ler em voz alta. Ah, ele esconde este fato de sua filha por muito tempo.
É um livro fascinante, que fala sobre LIVROS! Sim, um livro sobre livros! “Coração de Tinta” é, na verdade, o nome do livro que Mo leu quando sua esposa desapareceu. Mas não só ele tem predileção por este livro, Capricórnio também quer todos os exemplares. O problema é que Capricórnio é o vilão!
Muita ação, aventura, perseguição, magia e, claro, livros!!
É uma leitura muito fascinante, queremos sempre saber o que irá acontecer. Recomendo que pessoas que gostem dessa temática, o leiam!

Agora estou aguardando o próximo volume!! 

Desafio das Capas - Fevereiro -


Olá pessoal, mais um desafio concluido, esse é do Recanto da Mi e o tema do mês é, capa com animal. 
Então, escolhi essa delícia de leitura!

As Crônicas de Nárnia

É uma obra de C.S.Lewis, série com 7 livros de fantasia, escritos entre 1949 e 1954.
O interessante que você pode ler as crônicas alternadamente ou na ordem, que não interfere entres elas.
Nas crônicas, os personagens principais geralmente são crianças. Contam as aventuras de quatro crianças: Lúcia, Edmundo, Susana e Pedro Pevensie. Eles descobrem o Reino de Nárnia, onde tudo é possível, animais falam, a magia corre solto, reis e rainhas, mitologia, batalhas entre o bem e o mal. As crianças são ajudadas pelo grande leão Aslam.
Somente no livro O cavalo e seu menino, que o personagem principal não é criança. Este foi o livro que mais gostei.
Esta história se passa durante a Era do Ouro em Nárnia. Conta a história do cavalo falante Bri e do garoto Shasta. Eles passam por incríveis aventuras, junto com Huin e Aravis.
Eles descobrem que a Calormânia quer invadir Nárnia através da Equelândia. Isso tudo no reinado dos irmãos Pevensie. No decorrer da história veremos o valor da amizade, confiança, determinação e lealdade.
Bom pessoal não vou me estender...
Leia as Crônicas de Nárnia, para conhecer, o adorável ratinho Ripchip, o lindo Caspian X, Bri o cavalo falante, a maldosa feiticeira Branca, Digory, Poly e, lógico, Aslam, entre outros.

Observação: Em A Última Batalha, aviso que, aos mais sensíveis, moderação.

 Chorei muito!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Projeto Leitura Mágica 2015

Imagina algo bom, junto com outro melhor ainda.
Pois é, assim eu conheci o Projeto Leitura Mágica 2015 -  blog Scrap pelo Brasil -
Scrap + \Literatura. Uma galera que ama fazer scrapbook e juntou com a paixão por livros.
E inspiradas no livro da Nina Sankovitch  "O ano da leitura mágica" , lançaram o desafio.
Tudo muito simples, com regrinhas básicas:
- Cronograma de leitura;
- Confecção do álbum (scrap);
- Suas impressões sobre o livro;
- Postar dia 28 do mês.
Estou muito feliz em participar dessa família literária.
Para saber mais é só acessar o link do Scrap pelo Brasil.


Inicio do desafio:

Apenas um adendo. Meu scrap, por motivo de força maior, será digital.


Capa do álbum

Contra capa (lista de temas para ler no ano)

Amigo secreto - Projeto Leitura Mágica 2015

Como parte do Projeto Leitura Mágica 2015, o primeiro livro deveria ser aquele que foi ganhado no amigo secreto.

"Ela é minha Mãe!" - Pe. Alexandre Awi Mello





O Pe. Alexandre Awi é padre do Instituto dos Padres de Schoenstatt, Diretor Nacional do Movimento de Schoenstatt no Brasil. Durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em 2013, no Rio de Janeiro, ele teve um contato bem próximo ao Papa  Francisco e isso o motivou a escrever um livro, contando sobre os encontros do Papa com Maria, na época em que era cardeal na Argentina e, também, nesse período de pontificado.

Em uma entrevista, em Roma, o Papa Francisco contou que teve encontros muito bonitos com Maria, nos seus diversos títulos e Santuários. Um desses encontros aconteceu nas tradicionais romarias ao Santuário de Luján. Nele, o Papa conta, como é bonito ver a juventude participando, a piedade do povo argentino e, também, a busca pelo sacramento da reconciliação. 

Sobre a reconciliação ele conta que Maria, muitas vezes, tem um papel importante. As pessoas buscam os sacerdotes muito mais quando visitam os santuários, do que nas paróquias. As pessoas realmente se sentem acolhidas pela Mãe de Deus.

Também nos conta sobre a passagem do Papa no Santuário Nacional de Aparecida, durante a JMJ, e outros momentos importantes na vida do Santo Padre em que Maria esteve presente.

É uma leitura muito tranquila, que nos faz mais próximos do Papa Francisco. São muitas experiências relatadas, que valem a pena!

New Adult - Projeto Leitura Mágica 2015

New Adult – As Batidas Perdidas do coração  - Bianca Briones



O livro conta história de dois jovens que passam por perdas, que não só afetam a si mesmos, também suas famílias.
Sua narrativa é em primeira pessoa e a autora alterna os capítulos entre os personagens, Viviane e Rafael. Assim, mostra o ponto de vista de cada um, num mesmo fato.
Esses personagens são de classes diferentes, vidas complexas, talvez se não fosse pelo fato de estarem passando pela dor da perda, nunca se encontrariam.
O livro relata suas perdas, dores, amizades, sexo, drogas, amor e os caminhos que cada um faz para superar seus traumas.
Entre o amor e a dor há uma busca incessante de autoconhecimento.

Bom pessoal pra mim, este livro “não deu liga”, uma história óbvia, sem graça, vocabulário pobre.  O que gostei mesmo foi da capa e nem sei porque!
Bom, leia e tire suas conclusões.


New Adult? 

“O termo foi primeiramente usado pela editora St. Martin’s Press em 2009, quando eles abriram um concurso para descobrir e desenvolver os autores que escreviam histórias deste gênero”.



Saiba mais:




Muitos leitores, (assim como eu) confundem que Young Adult (YA) e New Adult (NA) são a mesma coisa. 

Para entender um pouquinho mais, segue a lista com as características de cada um, quem sabe te ajudará na hora de escolher seu livro.


Young Adult
New Adult


conflitos familiares;
historias trágicas;
busca pelo primeiro amor
sublimação do amor;
traição entre amigos;
tortura / abuso sexual;
descoberta da sexualidade;
erotismo/romance;
status social;
questões desafiadoras/recomeço;
Incerteza sobre ao futuro profissional;
busca pelo autoconhecimento/independência;
complexo de inferioridade / auto estima baixa;
traumas do passado/problemas psicológicos;
personalidade influenciável;
personalidade  mais agressiva ou antissocial;
os acontecimentos tem excesso de dramatização;
dependência psicológica/química;
ambiente escolar :Nerds,Bullying,grupinhos, etc;
ambiente universitário;
Protagonista adolescente.
protagonista jovem,entrando na vida adulta.

Desafio das capas

Se um desafio é bom! Imagina dois...
Com alegria aceitei participar do Desafio das capas, blog Recanto da Mi.
Que se resume em ler um livro por mês e postar a capa do mesmo.
Há 12 tópicos, não precisa respeitar a ordem e postar assim que ler o livro. Tem também o Bônus - a capa mais bela da sua estante.
E sempre que postar coloque a hashtag  #DesafioDasCapas2015RecantoDaMi 



Que rufem os tambores... 
Leitura concluída e registro feito!
Fiz uns frufrus mas, não há necessidade, pode ser somente a capa do livro.




Conta a história de Dexter e Emma. Aviso aos navegantes que não é um livro de romance água com açúcar.


Na verdade fala sobre as escolhas que se faz na vida e os caminhos a percorrer.

O livro te faz refletir e perguntar: “Que faço eu da vida?”

Bom, o casal citado, são completamente diferentes, tanto no social e na forma de ver o mundo.

Acompanhamos a vida de Emma e Dexter de formar peculiar, são 20 anos mostrados em capítulos, sendo que cada um mostra apenas o dia 15 de julho de cada ano, o dia que se conheceram.

A cada ano de encontro ou desencontro eles relatam suas aventuras, decepções, planos, perdas, conquistas, alegrias, isso nos dá a sensação que estivemos uma vida inteira com eles.

A narração é na terceira pessoa e realizado de modo intercalado, assim amplia a percepção de quem lê. Não foi o melhor livro que li mas, dá pra se distrair.