terça-feira, 31 de maio de 2016

Mansfield Park


'Heroínas de Jane Austen'



Quando iniciei a leitura de Mansfield Park fiquei curiosa!

O que Jane Austen iria propor ao leitor, oferecendo uma protagonista fraca, enfadonha, sem opinião e sem graça?

Austen se supera mais uma vez. Fanny Prince, a personagem principal vai além das primeiras impressões. Ela é, a primeira vista, tudo que descrevi acima. No decorrer da história há grandes mudanças e, com maestria, a autora nos mostra não só as famosas críticas à sociedade, mas os profundos sentimentos humanos que todos nós carregamos.


Esta obra poderia se chamar 'Máscaras' ou quem sabe 'As aparências'. Todos os personagens do mais insignificante ao principal, carrega as máscaras que a sociedade os impõe e aqueles sentimentos guardados no coração.

Fanny é apática, a falsa submissa, mas na verdade é manipuladora. Como se diz nos dias de hoje 'vai pelas beiradas' para ficar com a 'cereja do bolo'. Carrega suas fraquezas e qualidades bem lado a lado, heroína e vítima, prestativa e dissimulada, grata e ressentida, silenciosa e de uma certa malícia , observadora e calculista ...Você a ama e a odeia.


Há uma passagem em que será realizado uma peça de teatro, chamada "Promessas de Amantes", apresentada em Mansfield, por alguns membros da casa e seus amigos. Os sentimentos mais secretos vão surgindo, a máscara da dissimulação é colocada por todos, sem exceção. Mas a peça não se realiza e as máscaras vão caindo, uma a uma. É um jogo de aparências, o grande  teatro já começou.

Além disso, todos os demais personagens também nos tiram do sério e nos divertem, alguns são mimados, tolos, interesseiros, manipuladores, generosos e por aí vai, mas hoje não irei falar propriamente de cada personagem. E sim de algo que me intrigou!

Foi quando li o parecer de Vladimir Nabokov : "Mansfield Park é um conto de fadas, se bem que todos os romances são, de certo modo, contos de fadas, (...) O charme de Mansfield Park só pode ser desfrutado de forma plena quando adotamos suas convenções, suas regras, seu encantador faz de conta."                                                                 L&PM Editores


Fiquei refletindo por dias, como assim um conto de fadas?!
Comecei a anotar algumas situações que cada personagem passava e, principalmente, nossa protagonista. Bingo! Realmente Mansfield Park é um lindo conto de fadas.

Há vários contos em que a mocinha cairia como uma luva na Personagem principal de Mansfield Park - Fanny Prince - Mas escolhi a que me veio na lembrança primeiro: 'Cinderela'. E lá fui eu ler esta famosa obra, e pegar algumas situações que se assemelham com o livro de Jane Austen.


E também li alguns trechos do livro de Vladimir I. Propp, Morfologia do Conto Maravilhoso, para me situar e buscar referências.

Farei um resumo para que este post não fique cansativo.

Tanto em Cinderela e MP a personagem principal é ao mesmo tempo heroína e vítima, passa por grandes privações; é obrigada a se submeter a ordens de terceiros, sofre desprezo e escárnio, perde alguém muito próximo, tem ajuda de uma fada madrinha, ou seja, de alguém; começa uma mudança na aparência, linguagem simbólicatemos também o anti herói, que se passa por bonzinho, o príncipe ou aquele rapaz bom caráter.

Perseguições, disputas, carências, separação das pessoas queridas, castigos, fim da pobreza, o malfeitor é desmascarado, o herói disfarçado, casamento no final da história. Há muitos pontos importantes, citei somente alguns para percebermos as semelhanças.



O marco é o baile nas duas obrastanto Cinderela quanto Fanny não tem a pretensão de ser o centro das atenções, mas acontece o contrário,  se destacam  e despertam sentimentos fortes, é o rito de passagem, no caso delas de 'gata borralheira para uma bela moça'. 
E também não poderíamos esquecer o final feliz.
                                                                                                                                                                                 By Nice Sestari

Visite também as Heroínas Patricia , Ale Dossena ,Marcia e Leila

Em breve Emma. 

Boa leitura !

Veja também: Orgulho e Preconceito  A Abadia de Northanger Razão e Sensibilidade



sexta-feira, 13 de maio de 2016

Escritora Ale Dossena


Olá viajantes literários, hoje trago para vocês o vídeo da escritora Ale Dossena, saiba mais aqui.  e no Portão Literário

"Muitas pessoas me escrevem perguntando como foi meu processo de tomada de decisão e publicação do meu primeiro livro. Então resolvi contar minha história, quem sabe inspire alguém a "desengavetar" seus escritos! Se gostar compartilhe e se inscreva no canal para acompanhar os próximos vídeos."

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Sorteio!!!!!!!!

Olá caros viajantes literários!
Tem mais um sorteio lá no Projeto 'Tem que Ler Mesmo?'  carinhosamente realizado pela Patricia do blog Casinha de Livro

                                              https://casinhadelivro.wordpress.com




"Dois kits estarão disponíveis para venda por 20 reais com frete incluso. Pagamento via depósito bancário e envio por carta registrada. Quer receber um pacotinho fofo e recheado de fofuras e mimos orientais? Reserva aqui no meu email – casinhadelivro@gmail.com .


E um dos kits será sorteado entre os participantes do grupo de leitura “Tem que ler mesmo?”"saiba mais aqui e aqui



Participe desta linda aventura!

Casinha de livro