terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Reolhar a Vida - semana 07

Olá pessoal!!!!
Ganhei este vaso de uma vizinha que se mudou. Achei que a plantinha iria morrer, mas ela me surpreendeu certa noite.
Estava ali toda faceira, linda, parecendo uma noiva!!!! Esta flor só abre a noite e na manhã seguinte morre. Tive o privilégio de vê-la deslumbrante. Fala se não é um 'presentinho de Deus'!


Flor que não Dura
                                                   Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"

Flor que não dura 
Mais do que a sombra dum momento 
Tua frescura 
Persiste no meu pensamento. 

Não te perdi 
No que sou eu, 
Só nunca mais, ó flor, te vi 
Onde não sou senão a terra e o céu. 


Participe você também desta Blogagem Coletiva! Veja como  - aqui no blog da Elaine Gaspareto


domingo, 18 de fevereiro de 2018

Músicas da minha Vida - Música 2

Olá pessoal!
Estamos participando da Blogagem do Coletiva do "Tacho da Pepa", este mês eu Nice quem escolho a música.

Está música do Toquinho, me veio na memória, como algo delicioso pra se recordar. Ela foi lançada em 1982 ou 83, acho.

Foi numa época bem difícil da minha vida, minha mãe faleceu, os irmãos se separaram e tudo estava de ponta cabeça. Porém esta música estava nas paradas de todas as rádios. Quando ouvia chorava muito, mas ao mesmo tempo sentia uma paz estranha.

Marcou um tempo de perdas, de novas amizades, mudanças radicais e de novas lembranças.

Aquarela tem um quê de magia, traz a tona a criança guardada no peito, nos convida a perceber que o futuro já está aqui e que a velhice chega pra todos e que muitas vezes a vida pode ficar em preto e branco, ou quem sabe ela se colorirá.


Toquinho - Aquarela


terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

"Eu sou Malala"

Olá pessoal, tudo bem?

Vamos comentar de uma biografia sensacional, que nos faz refletir e entender outras realidades: "Eu sou Malala". Começo dizendo que não sou fã de biografias, mas esta é uma das que me chamaram a atenção. 

Bem, para quem não conhece, Malala Yousafzai é uma garota que vivia no Vale do Swat, Paquistão, sob o regime Talibã. No dia 9 de outubro de 2012, levou um tiro na cabeça, que por milagre não lhe tirou a vida. O seu maior anseio era que as meninas tivessem direito à educação. Malala ganhou o Prêmio Nobel da Paz por sua história e exemplo de superação.

Resultado de imagem para eu sou malalaNo livro, Malala conta como vivia no Paquistão e como a influência do Talibã reinava por ali. Seu pai sempre a apoiou, inclusive ele cuidava de uma escola para meninas, para que elas tivessem os mesmos direitos à educação que os meninos. Fica evidente que Malala puxou seu pai! 

Que menina corajosa! 

Apesar de algumas leis restritivas passarem a vigorar na região, Malala não perdia a esperança de poder realizar seus sonhos. Ela nos conta a dificuldade de viver sob grandes ameaças e a falta de liberdade.

Esta biografia nos faz entender outras realidades, que muitas vezes só ouvimos falar na mídia. Para mim, ficou bem evidente que o medo nos tira a esperança, mas que a fé pode mover os maiores obstáculos, é só acreditarmos. 



"Uma criança, um professor, uma caneta e um livro podem mudar o mundo."
E você? Já leu esta biografia? Compartilhe conosco o que você achou, dê sua opinião...

Ale Veras

Reolhar a vida - Semana 06



Oiii pessoal!
Além de representar a Aliança de Deus com os homens, como nos diz a Bíblia, o arco-íris pode nos proporcionar aquele sentimento de esperança. No meio do céu escuro, ele aparece e consegue arrancar um sorriso até dos corações mais duros.

Como é agradável poder encontrar um assim no céu!!


"Leva o arco-íris em cada fio do cabelo.
Em sua pele, madrepérolas hesitantes
pintam leves alvoradas de neblina.
Evaporam-se-lhe os vestidos, na paisagem.
É apenas o vento que vai levando o seu corpo pelas alamedas.
A cada passo, uma flor, a cada movimento, um pássaro."
(Cecília Meireles)




segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Reolhar a vida - Semana 05

Olá pessoal!!!!
Estava eu com o coração apertado, uma angústia sem saber de onde vem.
E com muita gentileza, apareceu uma pequena borboleta, parou assim pertinho sem nada a oferecer. Aliás me ofereceu muito. 
Com seu pequeno corpinho me mostrou, tudo se transforma. Tenha paciência.
Esperou ser fotografa e foi borboletar em outro lugar.


AS BORBOLETAS
Vinicius de Moraes
                                                                                                               Rio de Janeiro , 1970

Brancas
Azuis
Amarelas
E pretas
Brincam
Na luz
As belas
Borboletas.

Borboletas brancas
São alegres e francas.

Borboletas azuis
Gostam muito de luz.

As amarelinhas
São tão bonitinhas!

E as pretas, então...
Oh, que escuridão!

Projeto "Tem Que Ler Mesmo?"

Caros Viajantes Literários, já carimbaram seus passaportes?
Estamos separando nosso diário de bordo, passaporte,  escolhemos lugares/leituras incríveis e tem até viagem/leitura compartilhada!!!!!



Escolha a modalidade que mais preferir e vamos viajar neste mês de folia e feriado!


Enquanto aguardamos o embarque, Santo Agostinho será nossa companhia, teremos momentos de 'Confissões'.
Viajaremos de Zeppelin pela América Latina, com Isabel Allende e amigas, faremos uma leitura compartilhada, de 'A Casa dos Espíritos'. 
Depois nos encontraremos com Clarice Lispector, vamos conhecer seu romance de formação  'Perto do Coração Selvagem' (1943)
De bicicleta, Richard Bach, nos mostra que, 'Longe é um lugar que não existe'.
E nos últimos dias de fevereiro, marcamos de caminhar com Murilo Rubião, desejamos muito conhecer seus 'Contos Reunidos'.

Boa viagem! Boas Leituras!

Saiba mais sobre o Projeto "Tem Que Ler Mesmo?" Aqui